O que os clientes querem?

Para muitos e muitos vendedores que não consegue vender valor, o cliente sempre quer a mesma coisa: o melhor produto e serviço do mundo pelo menor preço.

O que estes vendedores não sabem é que todo cliente reconhece que as coisas neste mundo tem valor. E todo cliente está disposto a pagar mais para ter mais.

Isso acontece conosco todos os dias, na escolha de um carro novo, de uma roupa nova, de um pacote de viagens, de uma escola para os filhos e até no tipo de protetor solar.

O que acontece é que muitas vezes os vendedores não sabem o que diferencia seus próprios produtos, ou não sabem comunicar isso aos clientes ou simplesmente não querem.

E quando isso acontece, o preço passa a ser o único diferencial que o cliente quer saber.

Clientes procuram mais do que produtos ou serviços, clientes querem:

Que você faça um esforço extra para entendê-lo, que o ajude a enxergar problemas e soluções, que o ajude a entender o futuro, que traga novidades, que o ajude a aumentar vendas, reduzir custos e despesas, trazer novos e manter os atuais clientes, que melhore o desempenho de seus funcionários, que ajude a melhorar sua imagem, beleza e notoriedade, que lhe dê segurança, que ajude a ter mais tempo livre e menos problemas e que, finalmente, apareça sorrindo, trazendo mais alegria, motivação e esperança!

Clientes

Com um pé no cliente!

Muitas vezes não é fácil conseguir a abertura para uma primeira visita no cliente.

Abrir uma nova porta, fazer uma “cold call” (ligação fria), para um potencial mas desconhecido cliente talvez seja a atividade mais difícil nas vendas.

A criatividade e desprendimento necessário para fazer isso com sucesso é o que separa vendedores extraordinários de vendedores comuns. Todo bom vendedor tem uma boa história para contar de como conseguiu aquela super primeira visita em um cliente.

Outro dia escutei uma das melhores que transcrevo aqui:

O vendedor tentava há muito tempo uma agenda para uma conversa pessoal com um grande potencial cliente, precisa falar com o diretor geral da empresa, profissional sempre muito ocupado e apesar da atenção da secretária as conversas eram sempre adiadas.

O vendedor teve então a maravilhosa ideia de descobrir o número de calçado do diretor, comprar um par de sandálias  e enviar apenas 1 (um) pé numa embalagem muito elegante com o seguinte cartão: “Caro Fulano, tenho tentado colocar um pé na sua empresa para uma conversa pessoal quando terei a oportunidade de mostrar como nossas soluções farão a diferença para o seus resultados. Agora que consegui botar um pé espero que você me dê a oportunidade de colocar o segundo! Muito Grato”

É claro que na mesma hora o diretor ligou, sorrindo com a brincadeira, achando original e corajosa a abordagem e agendando, finalmente, uma conversa.

O vendedor atingiu seu objetivo, sua iniciativa gerou uma empatia forte com o cliente potencial, fizeram negócios e são amigos até hoje.

Criatividade, coragem, iniciativa, sutileza para provocar o cliente e descontração. Essas são as atitudes que funcionam muito bem nas vendas.