Vendedor, uma profissão solitária.

Ser vendedor significa  saber lidar com muitos desafios individuais. E o maior deles é a solidão nesta profissão.

Claro que sempre existem equipes de suporte nas empresas, gerentes e colegas também vendedores com trocas por vezes intensas de e-mail, mensagens de texto e telefonemas.

Para vendedores externos e ainda dentro deste grupo aqueles que viajam constantemente, a solidão é algo sempre presente. Você pode passar o dia correndo entre um cliente e outro, pode até conseguir marcar um happy hour ou jantar, mas chega a hora de ir para o hotel e aquela saudade de casa vai bater.

Mesmo para quem não viaja com frequência ou até vendedores de loja tem a necessidade de saber lidar com uma profissão onde resultados são medidos de forma individual, que o trabalho em equipe  e a ajuda mútua entre colegas até existem e toda uma área de suporte e gerencial são essenciais para o sucesso mas que no final do mês, são os resultados  individuais que serão analisados.

Bons vendedores gostam disso, faz parte do perfil gostar de avaliações, comparações e atingir objetivos de forma bastante individuais, muito parecido com atletas de esportes individuais, que claro tem toda uma equipe de suporte para poderem desempenhar, reconhecem isso mas na hora da competição são eles ali, solitários.

A melhor dica para lidar com esta solidão em vários momentos decisivos da profissão de vendedor é “carregar” as pessoas que você ama “junto” com você, em pensamento.

Por quê faço este trabalho? Quais são meus objetivos de vida? Para quem luto e enfrento todos os desafios?

Ter isso sempre em mente ajuda a enfrentar estes momentos solitários e fazer aquele esforço a mais para superar resultados.

2 ideias sobre “Vendedor, uma profissão solitária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>